menu

Neiva Vieira da Cunha - Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ

neiva@ifcs.ufrj.br
neivavieiradacunha@gmail.com

Currículo Lattes - CNPq

Pesquisadores: Neiva Vieira da Cunha
Felipe Berocan Veiga
Pedro Paulo Thiago de Mello

Saara - Reinventando Etnicidades e Ambiências Urbanas num Mercado Popular Carioca

Formada por 11 ruas e abrigando 1250 lojas que recebem diariamente um grande numero de pessoas, provenientes das mais variadas regiões da cidade atraídas pela diversidade dos produtos oferecidos e pelo preço baixo das mercadorias, o SAARA é uma das mais tradicionais e dinâmicas áreas de comércio popular da cidade do Rio de Janeiro. Originalmente ocupada por imigrantes, na virada do século XIX para o século XX, essa região caracterizou-se pelo acolhimento de várias levas de estrangeiros que acabaram por fornecer-lhe uma feição peculiar: sírios, libaneses, turcos e armênios, além de judeus de diversas origens, e, mais recentemente os chineses, todos voltados para as atividades do comércio. A co-presença desses diferentes grupos étnicos delimitaram uma espécie de "região moral", onde as atividades econômicas e comerciais, marcadas pela concorrência, associam-se a um capital social que se traduz em redes de solidariedade, formas de engajamento e sociabilidade. Tal configuração, resultante desse confronto de alteridades, evoca o modelo de mercado oriental e aproxima essa forma de comércio de uma espécie de "economia de bazar", onde as trocas não se reduzem à sua dimensão puramente econômica, favorecendo o surgimento de formas de relações sociais que acabam por sustentar a atividade econômica ali desenvolvida. Tomando tal realidade empírica como objeto de investigação, o presente trabalho buscara descrever e analisar o modo como esses atores estabelecem suas próprias estratégias de adaptação e reprodução, particularmente no que diz respeito à mobilidade social e espacial e ao processo sucessório de seus negócios. Serão ainda objeto de atenção do projeto as ambiências urbanas em que evoluem esses atores, numa verdadeira produção quase-cenográfica dos espaços e lugares onde são dramatizadas, cotidianamente, as formas culturais características desse autêntico 'mercado a céu aberto'.

 


 

Um endereço na cidade: a experiência urbana carioca na conformação de sentimentos sociais e de sensibilidades jurídicas

Pesquisadores: Leticia de Luna Freire
Soraya Silveira Simões
Felipe Berocan Veiga
Iara Gomes de Bulhões
Mônica Dias de Souza
Neiva Vieira da Cunha
Pedro Paulo Thiago de Mello
Rafael Pereira
Marcos Aurélio Lacerda da Silva

Este projeto integra, junto com outros grupos de pesquisa, programas de pós-graduação e pesquisadores associados de diferentes estados do Brasil e de outros países, o Instituto de Estudos Comparados de Administração Institucional de Conflito (INCT-InEAC, CNPq/FAPERJ), coordenado pelo professor Roberto Kant de Lima e sediado no Núcleo Fluminense de Estudos e Pesquisas (NUFEP) da Universidade Federal Fluminense. No âmbito do Programa de Pesquisa e Formação, nas áreas de Ciências Humanas e de Ciências Sociais que constitui, desde 2009, o InEAC, o subprojeto desenvolvido pela equipe do LeMetro propõe, a partir de pesquisas empíricas realizadas em localidades estigmatizadas da cidade (conjuntos habitacionais, favelas, cortiços, etc), pesquisar em que medida o local de moradia de certas populações, isto é, o seu “endereço”, se relaciona com a geração de sentimentos sociais de humilhação e em que medida essas relações conduzem à mobilização das instituições republicanas, sobretudo àquelas do Sistema de Justiça Criminal.

 

:: Textos

Paulo Thiago de Mello; Neiva Vieira da Cunha: Rio de Janeiro's Global Bazaar: Syrian, Lebanese and Chinese Merchants in the Saara. NOVO

Apresentação da Revista Contemporânea v. 3, n. 2 (2013)

Marco Antonio da Silva Mello & Neiva Vieira da Cunha - Novos Conflitos na Cidade. A UPP e o processo de urbanização na favela

Histórias de Favelas da Grande Tijuca por quem fez parte delas

Neiva Vieira da Cunha e Pedro Paulo Thiago de Mello - Libaneses e Chineses: Sucessão, Conflito e Disputa Numa Rua de Comércio do Rio de Janeiro

Como se Fabrica um Policial

História e Memória Social doBrasil Urbano: Rito e Símbolo na Cosmologia do Sanitarismo

Viagem, Experiência e Memória: Narrativas de Profissionais da Saúde Pública dos anos 30

O Fantasma da Reinfestação: a Epidemia de Dengue no Rio de Janeiro como Drama Social

Ciganos e Mercados: do Comércio de Escravos às Custas do Processo Judicial

Carreiras, Projetos e Construção Social de Identidades Profissionais em um Grupo de Sanitaristas Brasileiros

:: Matérias

Jornal UFRJ - "Mercados populares: construíndo identidades", por Rafaela Pereira. Janeiro-Fevereiro de 2009

 

::Livros

Histórias de Favelas da Grande Tijuca contadas por quem faz parte delas

Viagem, experiência e memória
Narrativas de profissionais de Saúde Pública dos anos 30

 


 

 

Universidade Federal do Rio de Janeiro

Associação Brasileira de Antropologia

©2006. Todos os direitos reservados. Site melhor visualizado em 1024x768.

Fale com o webmaster